CENTRO DE ANDROLOGIA E UROLOGIA

Doenças da próstata.

         O crescimento da próstata, conhecido como hiperplasia prostática benigna (HPB), é uma doença comum que pode acometer até 90% dos homens após os 80 anos de idade. Essa doença nem sempre é acompanhada de sintomas clínicos. Apenas cerca de 30% dos portadores de HPB apresentam sintomas. O envelhecimento é o fator mais importante para o desenvolvimento da hiperplasia da próstata.


         Os pacientes que apresentam próstata aumentada costuma queixar-se de jato urinário fraco, fino, sem pressão. Há a possibilidade de terem vontade de ir ao banheiro várias vezes e sensação de esvaziamento incompleto da bexiga. Outros sintomas comuns são acordar várias vezes para urinar à noite e ter urgência para iniciar a micção, com sensação de perda urinária iminente. Todos esses sintomas podem aparecer separados ou em conjunto e, em diferentes graus, afetaram a qualidade de vida do paciente. Alternativas de tratamento são a medicação ou a cirurgia.


          Outra patologia benigna comum é a prostatite, que é uma doença inflamatória. Pode surgir como um quadro agudo, com febre, mal-estar e dor ao urinar. Há também prostatites crônicas, que se manifestam geralmente por dor que acompanha a micção. Muitas vezes é difícil diferenciar os sintomas de HPB da prostatite crônica. O tratamento geralmente consiste na administração de antibióticos.


          Há também o câncer da próstata, doença maligna que surge no órgão. Na maioria dos casos iniciais é assintomática. Os sintomas geralmente surgem em estágios mais avançados da doença, quando ocorre disseminação para outros órgãos. É um câncer comum no homem. Após os 50 anos, representa mais de 40% de todos os cânceres masculinos, e estima-se que entre 3-5% dos homens morrerão de câncer de próstata. Os fatores genéticos são importantes para a ocorrência da doença. Parentes em primeiro grau de homens acometidos têm maior chance de desenvolverem a doença.


         O melhor modo de evitar as complicações deste câncer é detectar a doença na fase inicial. As dietas ricas em gordura animal podem estar relacionadas à maior chance de desenvolver o câncer da próstata. Existem várias modalidades de tratamento: cirurgia, radioterapia, quimioterapia e hormonioterapia. A indicação correta do tratamento vai depender de vários fatores, como idade, estado geral do paciente, expectativa de vida, entre outros.


Dr Carlos Teodósio Da Ros

CREMERS 16962